top of page

NFT; só se fala em outra coisa e mais: não se fala disso.

Tão confuso quanto o título, o NFT já parece um time de futebol; divide opiniões entre fãs fervorosos e haters bufões. Senta que eu vou te explicar o que eu sei, o que imagino e o que nem o diretor mais louco de um filme futurista imaginou. Vamos começar por um lugar repetitivo, chato porém necessário.

NFT 101: Mas afinal, o que é isso?


 

Primeiro vamos falar de criptomoedas.

Elas são tipos de moedas do mundo digital que não são emitidas por um país, ou seja, são independentes de uma autoridade central.

Pegou a visão? Pegou.


“Mas então como são emitidas?’’

Sei lá, não me faz pergunta difícil…

Brincadeira rs. Bom, como o nome já diz, elas são moedas criptografadas; uma amálgama de códigos calculados por computadores que não podem sofrer alteração e são armazenados em uma espécie de livro que registra todas essas transações -o chamado Blockchain (no caso da moeda mais famosa, o Bitcoin). Como não existe ninguém responsável por isso, elas passam por esse processo de criação de códigos no computador de pessoas (chamadas de mineradores que são remunerados com algumas moedas depois do processo).


“Como conseguimos essas moedas e onde as guardamos?”



Podemos trocar nosso dinheiro do banco por criptomoedas ou algum serviço prestado e colocá-las em nossa carteira digital igualzinho ao dinheiro que estamos acostumados. Para isso, primeiro escolhemos qual carteira vamos querer e fazemos o cadastro. Essa carteira terá uma serie de números que será o código para fazer o depósito.

“Mas então é uma moeda infinita que só necessita de códigos diferentes para existir ao contrario da prata e ouro?’’


Eu sei que você nem pensou nessa pergunta mas respondendo mesmo assim; quanto mais gente realizando o processo de mineração, ou seja, ligam seus computadores para aumentar o processamento das moedas, os problemas matemáticos para diferenciá-las se tornam mais difíceis, limitando assim, o processo de mineração.


E o NFT?

NFT significa Non Fungible Token. Na economia, não fungível significa que a unidade não pode ser trocada sem alterar seu valor. Isso acontece porque junto ao código criptografado do NFT, vem um “brinde’’ que pode ser um jpeg, um vídeo, algum objeto 3D… Tipo um Kinder Ovo. Sim, o NFT é um objeto…….. Que só existe no formato virtual………….. Que custa dinheiro…….


Para comprar essa iguaria única (nem tanto), você pode pagar com criptomoedas. Sendo o ETH (Ethereum) a moeda mais conhecida para essa transação em particular. Esses NFTs são criados (ou mintados/ minted como chamam) por ‘artistas’ que para isso, pagam algo chamado de gas - uma taxa para negociar na moeda ETH cobrada pelo gasto de energia nos computadores na hora do processamento dos dados e blockchains. É como a taxa que pagamos aos cartões de crédito.

O gas também tem outras funções como impedir que os NFTs sejam spamados, ou seja, criados aos montes sem o menor critério e espalhadas deixando o mundo do NFT inflacionado. Rsrsrs O que é extremamente irônico se você já viu os NFTs mais famosos que tem por aí.

Galera, essa taxa não é um trocado do pão, na verdade, ela é BEM alta (principalmente se você recebe em reais… e é artista).

Mas calma, olhem como o NFT é uma mãe; podemos também realizar essa operação ‘’gratuitamente’ pagando uma pequena taxa após a venda do NFT. Para isso, ao criar o NFT, precisamos apenas mudar o blockchain da nossa carteira digital para o Polygon - outra moeda famosa que é mais rápida e oferece preços um tanto módicos nessas transações. Existem outras formas para fazer isso gratuitamente mas aí cabe a você dar um Google né.


Uma Obra de Arte!


Parabéns! Agora você já sabe o básico desse esquema de lavagem de dinheiro, pirâmide, trade, investimento. Eu disse BÁSICO.


O NFT foi criado em 2014 pelo artista Kevin McCoy e pelo empreendedor Andrew Dash. O projeto pretendia conceder aos artistas adicionais fontes de renda, além de ter maior controle sobre o seu trabalho. Lindo, né?

Mas o tiro saiu pela culatra uma vez que a grande maioria dos NFTs são extremamente questionáveis, o que não seria um problema se esses mesmos NFTs não fossem os mais famosos.

Vamos falar sobre os NFTs mais famosos e aí você vai começar a notar algo estranho. O que uma arte precisa no mundo físico para fazer sucesso? Existe arte boa ou ruim?

Sim.

Exatamente, surpresa, surpresa!

Para entender vamos ler no dicionário o que é arte:

ARTE

Sub. Feminino

1. Habilidade ou disposição dirigida para a execução de uma finalidade prática ou teórica, realizada de forma consciente, controlada e racional.

2. Conjunto de meios e procedimentos através dos quais é possível a obtenção de finalidades práticas ou a produção de objetos; técnica.



Quando você vai à um museu de arte, existem duas falas pra se marcar em um bingo, você sempre a escutará não importa em que museum do planeta:

A primeira escutará no decorrer de alguma explicação sobre a obra:

-Ah duvido que esse artista tenha pensado nisso tudo ao pintar essa tela ai!


Sim, ele pensou nisso e muito mais, é pra isso que se estuda.


A segunda frase, normalmente na frente de alguma obra contemporânea:

-Meu sobrinho de 5 anos também conseguiria fazer isso!


Mas ele nunca fez né?


Então não se engane, existem artistas que apenas foram hypados, assim como existem profissionais ruins em outras profissões. Talvez você só ache a arte ruim afinal, gosto é particular mas pode entender seu valor através de conhecimento sob o tema. Eu detesto Picasso mas entendo o porquê dele ser PICASSO rs.






No mundo do NFT não é diferente; existe muita coisa boa e muita coisa ruim. Mas uma coisa que chama atenção sem dúvida é o nivel de fama de cada uma e seus colecionáveis.




Colecionáveis são como uma exposição de um artista com um tema único a ser explorado e é nela que encontramos muita fofoquinha rs.

Se pararmos para analisar são uma grande combinação de Cliparts - imagens criadas em uma camada do Photoshop que são combinadas com outras aleatoriamente criando assim, essas grandes e únicas peças artísticas. Não precisamos nem de pessoas pra fazer isso, na verdade, há um algoritmo pode fazer.

Também há a possibilidade de fazermos graça em vários sites (e melhor) - não precisa ser aleatório, podemos colocar características especificas que quisermos.

PICREW <site para fazer personagem de perfil.


Kawaaaaiii Desu knyaaah :3


Claro que não é só de cliparts aleatórios que vivem as artes, também temos coisas impressionantes, grandes artes mesmo:

Bitcoin Angel por Trevor Jones